sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Entrevista de Stephenie para EW

Nos scans da Entertainment Weekly desta semana vimos que tem uma entrevista da nossa amada criadora de tudo, Stephenie Meyer, confira a entrevista traduzida abaixo:

A Saga Crepúsculo de Stephenie Meyer já vendeu mais de 100 milhões de livros, gerando uma franquia cinematográfica que se tornou uma sensação internacional. Quando a EW sentou com a autora, 37, na Comic-Con no mês passado (ela já se recusou a comentar sobre os problemas atuais entre Pattinson e Stewart), ela estava trabalhando em duas adaptações cinematográficas, do seu romance de 2008, The Host, (nos cinemas em 29 de março de 2013) e o clássico jovem-adulto de 1974 de Lois Duncan, Down a Dark Hall.

Depois de Amanhecer – Parte 2 ser lançado em 16 de novembro, nós teremos chegado ao fim cinematográfico da saga Crepúsculo. Como você está se sentindo?
Eu tenho adiado a tristeza, mas está começando a chegar a mim. Sinto falta de todos – Kristen, Taylor e Rob. Eu estou acostumada a vê-los todos os dias.



Você está atualmente trabalhando em uma adaptação cinematográfica de outro de seus livros, The Host. A sua experiência com Crepúsculo mudou como você se sente sobre transformar seus livros em filmes?
É difícil dizer. Como regra geral, minha experiência tem sido positiva, e como autora eu não acho que foi oferecido a ninguém o acesso que eu tive. A cada filme eu me tornei um pouco mais envolvida. Eu realmente gosto de ser usada como um recurso – como se um ator tiver uma questão sobre o passado. E recentemente, no set de The Host, eu era a única pessoa no set inteiro que percebeu que havia um trator selecionador no fundo de uma cena. Então eu sou útil a cada momento então – eu tenho uma visão fantástica. [Risos]

Você fez uma participação em Amanhecer – Parte 1 como uma convidada do casamento de Edward e Bella.
Não foi ideia minha – e eu odiava aquele vestido! Eu odeio me ver no filme. Mas a experiência real, além de congelar nossos traseiros fora, foi boa. Eu estava sentada com o [produtor] Wyck Godfrey, que também esteve lá desde o primeiro dia, e nós fizemos uma história de fundo: ele era um deputado policial, e nosso casamento estava ameaçado porque ele estava apaixonado por [pai de Bella] Charlie. Tivemos muita diversão sintando naquela floresta fria.

Você nomeou a filha de Edward e Bella de Renesmee, o que tem sido uma fonte de ridicularização, mesmo entre os fãs ardentes de Crepúsculo.
Eu sou alguém que acredita firmemente na realidade, e você não faz palhaçada com os nomes das pessoas. Se eles se tornam uma stripper ou um advogado, grande parte tem a ver com o nome que você deu a eles. Eu nunca nomearia uma criança real de Renesmee. Mas na fantasia, você pode nomear seus personagens de qualquer coisa que você queira. Eu não poderia ter nomeado [a filha de Bella e Edward] de Lindsay. Eu não poderia chamá-la de qualquer coisa que já existe – teria um sentido errado. Eu tinha que escolher um nome que eu sentia que era totalmente e completamente único, que permite que você intervenha. Eu escolhi. Eu peguei toda a minha intervenção, e eu entendo totalmente!

Alguém provavelmente está nomeando seu filho na vida real de Renesmee, mesmo enquanto falamos.
Bem, isso realmente me perturba. [Risos]

Você tem um favorito entre os filmes de Crepúsculo?
Não quer dizer que é o melhor, porque todos eles têm coisas para recomendá-los, mas acho que Lua Nova é o que mais se aproxima com o que eu tinha na minha cabeça. Pode ajudar o fato de eu amar [o diretor] Chris Weitz – é um sonho trabalhar com ele. Todo mundo foi divertido de trabalhar, mas Chris e eu realmente temos um ao outro.

Quando você estava escrevendo o primeiro Crepúsculo, você poderia imaginar que se tornaria um fenômeno?
Se eu tivesse alguma ideia que alguém veria o que eu estava fazendo, eu teria parado imediatamente. Eu nunca teria sido capaz de terminar isso. É uma quantidade enorme de pressão, e levei uma eternidade para ser capaz de me chamar de autora. Eu sou uma leitora, e para mim autores são criaturas mágicas.

Você já assistiu True Blood ou Vampire Diaries para ver o que todos esses outros vampiros estão fazendo?
Não. Eu sou uma grande covarde. [Risos] Eu sou, na verdade, realmente muito sensível.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Não fale mal de ninguém que já comentou
-Não ofenda as pessoas(atores, cantores, filmes) relacionadas à postagem