sábado, 16 de junho de 2012

Entrevista do Rob para GQ britânica

Robert Pattinson em recente entrevista para revista GQ britânica fala sobre sua carreira, cenas de sexo e sobre moda, vejam só a entrevista abaixo:

O seu personagem tem dois elevadores no seu enorme apartamento, sendo que um deles fica ao som de hip-hop. Qual rapper você teria no seu elevador?
Robert Pattinson: Definitivamente Ol’ Dirty Bastard. A biografia parece incrível! Aquele cara, Michael K. Williams também — eu fui obcecado por The Wire por décadas. O cara que está dirigindo — Joaquín Baca-Asay, que é o diretor de fotografia de James Gray — é demais. Todos os filmes deles são incríveis.


Como você se sentiu quando Tinie Tempah te gritou no “Hitz,” de Chase & Satus?
Robert Pattinson: O que? [encantado, desconcertado] Eu não ouvi isso. Eu fico ouvindo todo mundo falando sobre ele mas por alguma razão eu nunca fui muito fã de rap Britânico. Eu não sei porque.



A fala é “Como Rob Pattinson, eu deixo muita gente com inveja”
Robert Pattinson: Uau. Isso é muito legal, na verdade. É demais. Eu não percebi que eu tinha tal relevância [riso]. Eu me pergunto o que o fez falar de mim.


Nós pedimos aos nossos seguidores do Twitter para fazerem perguntas a você. Uma conta “Robearhottinson” perguntou 48, só ele…
Robert Pattinson: Não o seu típico leitor da GQ, imagino…


Mas ela perguntou sobre o seu pior corte de cabelo…
Robert Pattinson: Eu fiz esse filme sobre Salvador Dali há alguns anos e tive essas extensões no cabelo e um pequeno prumo. Era incrivelmente bizarro. As extensões eram temporárias também. Eu ficava tentando nadar para de algum jeito entrar em forma dois dias antes de começarmos a filmar nesse complexo de apartamentos em Barcelona. Haviam crianças por todo lado… e eu era essa pessoa estranha, pastosa e de ressaca, com um cabelo com corte de menina, nadando na piscina com vários cachos de cabelo caindo. Eu tive todo o meu corpo depilado com cera também, porque Dali não tinha pelo no corpo. Foi a coisa mais aterrorizante — isso é terrível, mas eu vi Luka Magontta no The Sun hoje, e eu parecia um pouco com ele.


As cenas de sexo estão ficando mais fáceis?
Robert Pattinson: É sempre uma grande coisa. Juliette Binoche é uma das minhas atrizes favoritas e em cinco minutos de reunião com ela nesse, nós estávamos fingindo fazer sexo. O que não estava no script. Com as duas cenas de sexo nós deveríamos ter terminado o sexo antes de fazer a cena. Das duas vezes David ficava tipo, “É, só façam sexo.” Isso era um pouco estranho. Eu pensei que Patricia McKenzie, com quem eu fiz a outra cena de sexo, tinha me desprezado até aquele dia, no set. Nós não falamos uma única palavra um pro outro além de quando eu perguntei, “De onde você é?” e ela literalmente me olhou de cima pra baixo. Eu fiquei tipo, “Eu não estou tentando fazer nada — eu não dei nenhuma ideia!” Então, no dia da cena de sexo ela estava tipo, “Hey, como está indo?” Eu não sei que tipo de preparação houve para essa cena, mas definitivamente houve algo.


Qual programa de TV você nunca perde?
Robert Pattinson: Na América tem esse canal chamado TruTV, que está reprisando Cops e World’s Dumbest Criminals. Eu poderia assistir isso o dia todo. Alguém me disse — eu não sei se é verdade — que David Simon assistiu toneladas de Cops para pegar o diálogo para The Wire. Eu fiquei tipo, “Eu sabia…”


O que trabalhar com Frida e sua equipe na Gucci se ensinou sobre alfaiataria?
Robert Pattinson: Isso é engraçado, eu nunca tinha falado dela discriminadamente antes — é como se fosse um segredo! Ela me ensinou uma coisa — você definitivamente deve ter bons contatos na Gucci. Por várias vezes eu fiquei preso em alguma cidade aleatória e liguei para ela, e tive as coisas entregues para mim absolutamente no último minuto — é uma loucura. Mas também todas essas coisas são personalizadas. Você pode fazer coisas doidas [com cor] se você tem ternos incrivelmente clássicos e muito bem feitos. Eu imagino que eu tenha sido meio chato por um tempo. Eu costumava ser mais interessante com eles. Agora eu sempre só peço as coisas dois dias antes: “Pode me mandar 25 ternos?” Eu nem sei o que eu quero vestir!


Qual foi o presente mais estranho que você recebeu de uma fã?
Robert Pattinson: É engraçado: há certas coisas que são pegas muito rapidamente. Eu parei de fumar outro dia e nem mesmo percebi que tinha dito qualquer coisa sobre isso. Eu tenho estado mascando palitos de dente o tempo todo. Alguém notou em Cannes e literalmente no dia seguinte em Lisbon, então em Paris e Berlin, haviam cerca de 20 pessoas no tapete vermelho me dando montes de palitos de dentes. Milhares deles. Eu nem me lembro de dizer em uma entrevista, mas eu devo ter dito em algum lugar. Isso foi meio que estranho.


Você é um dos quatro indivíduos que estão constantemente dominando discussões na internet. Entre seus rivais — Nicki Minaj, Justin Bieber e Lady Gaga — por quem você mais se afeiçoa?
Robert Pattinson: Eu gostou muito de Nicki Minaj. Eu acho ela ótima. Minha música favorita? Ela está incrível em “Monster” com Kanye West. É chato que eu seja parte dessa coisa de internet, entretanto — todos eles tem twitters e uma presença online. Como eu comecei a fazer parte desse grupo? Eu não fiz nada. Eu estou tentando evitar isso!
Fonte

Realmente o corte de cabelo de Salvador Dali foi triste haha. Rob todo peludinho teve que se depilar, coitado gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Não fale mal de ninguém que já comentou
-Não ofenda as pessoas(atores, cantores, filmes) relacionadas à postagem