domingo, 10 de junho de 2012

Entrevista do Rob para BBC

Confira abaixo a entrevista que o Robert Pattinson concedeu para a BBC durante a divulgaçã ode Cosmópolis, seguida da transcrição

O ator Robert Pattinson nos adiantou que seu novo filme Cosmópolis será aceito pelos fãs de Crepúsculo.
“Alguns deles só querem que eu interprete vampiros, mas a maioria das pessoas não quer que isso se repita”, disse o britânico à BBC.
O galã, que interpretou Edward Cullen nos filmes de Crepúsculo, também defendeu seus fãs das acusações de que seu dedicado comportamento era “loucura”.
Cosmópolis, dirigido por David Cronenberg, estreia no Reino Unido essa semana.
O filme, baseado no romance de Don DeLillo, foi aspirante ao prêmio Palma de ouro no festival de cinema de Cannes em Maio.


O elenco também inclui Juliette Binoche, Paul Giamatti e Samantha Morton. O papel de Pattinson como o multimilionário de Wall Street Eric Packer, está muito longe de seu personagem de Crepúsculo.
A história começa com Packer indo cortar o cabelo em sua limousine. A viagem de carro através de Manhattan é marcada pelo sexo casual, as conversações abstratas e os protestos violentos na rua.
Em um certo momento, Packer recebe um exame de próstata na parte de trás da limousine e logo recebe uma torta na cara por parte de um anarquista.
“É agradável fazer um filme onde há ao menos uma cena que sabe que nunca se repetirá”, disse Pattinson.
Perguntamos a ele, o que faria sua base de fãs de Crepúsculo com o filme, a estrela de 26 anos disse: “Acredito que muitos deles realmente se conectarão a ele. Através dos anos, um tipo de pessoas consegue uma ideia do que está tentando fazer.”


“Alguns deles seguirão – Alguns deles só querem que eu interprete vampiros, mas a maioria das pessoas não quer que isso se repita. Assim, espero que eles gostem.”
Os fãs de Crepúsculo, ele sugeriu, que tinham sido alvo de críticas injustas.
“As pessoas menosprezam os fãs de Crepúsculo, mas ontem quando cheguei no tapete vermelho em Berlim com todos esses livros de pessoas que estavam enfileirados e baixo da chuva e provavelmente sendo julgados por todo mundo por serem loucos.”


“Eu consegui a primeira edição do livro de Martin Amis, Money; um livro de Lawrence Ferlinghetti; o novo livro de [Michel] Houellebecq. Todas essas pessoas veê e te dão o que estão lendo e acharam interessante. Não estão te dando ursinhos de pelúcia!”
“Realmente estranho.”
Cosmópolis foi o primeiro filme de Pattinson depois de deixar de trabalhar na franquia de Crepúsculo.
O seguinte, Missão: Blacklist – um terror sobre a verdadeira história do interrogador militar Eric Maddox, que encabeçou a captura de Saddam Husseim.


Pattinson pode se encontrar também com Cronenberg em seu planejado projeto Maps to the Stars, em que veríamos sua primeira rodagem do diretor canadense nos EUA.
“É sobre os atores garotos ficando loucos”, explicou Pattinson. “O roteiro é realmente divertido e muito estranho, e pega a loucura da maioria dos atores.”
Os filmes recentes de Cronenberg incluem “A Dangerous Method”, “Eastern promises” e “A History of Violence”.
Ele está extremamente associado com o gênero do “horror corporal” através dos filmes dos anos 70 e 80 tal como Rabid, Scanners, Videodrome e The Fly.
Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Não fale mal de ninguém que já comentou
-Não ofenda as pessoas(atores, cantores, filmes) relacionadas à postagem