sexta-feira, 20 de abril de 2012

Informações sobre a premiere de Cosmópolis em Portugal

Portugal terá uma premiere de Cosmópolis, pois é, será no dia 28 de maio, e vejam só abaixo a matéria que o Correio da manhã (jornal de lá) postou dando mais informações sobre o evento:

Paulo Branco falou com o jornal português Correio da Manhã sobre a premiere portuguesa de Cosmópolis e disse que o evento será em 28 de maio, e também haverá uma exibição em 29 de maio. Rob, Giamatti, Cronenberg e DeLillo assistirão.
Guimarães – capital Europeia da cultura terá uma participação sem precedentes em 28 de maio, quando o ator inglês Robert Pattinson, ídolo de milhões de viciados em cinema, estará presente na estreia de Cosmópolis, dirigida por David Cronenberg e produzida por Paulo Branco, dias depois de saber se ganhará a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes.


Muitas coisas vão acontecer sem dúvidas em 29 de maio, nas duas exibições de Cosmópolis em Lisboa. Uma acontecerá no Centro Cultural de Belén, enquanto o outro estará aberto ao público, e Pattinson (e outros atores, incluindo Paul Giamatti), estarão com os fãs. A equipe também inclui o cineastra David Cronenberg e o escritor Don DeLillo, cujo romance é a base o filme.


“Espero que os fãs sejam mais civilizados aqui”, disse Paulo Baulo a CM, reconhecendo que a estadia de Pattinson em “Cannes é uma preocupação”, já que sua última vez na cidade francesa as reações foram descritas como a dos Beatles.
No filme que estreia em 30 salas no dia 31 de maio, Pattinson interpreta um personagem muito diferente que Edward Cullen o vampiro e estrela de Crepúsculo. Esta é a odisséia de um magnata de Manhattan que atravessa a cidade (apesar de que a filmagem tenha sido em Toronto e não em Nova Iorque) em sua limousine.
Cosmópolis quer a Palma de Ouro


Cosmópolis está na lista de candidatos para a Palma de Ouro na competição oficial do Festival de Cinema de Cannes, como foi revelado ontem. De acordo com Paulo Branco, produtor do filme de David Cronenberg, onde fez uma metáfora sobre a crise do capitalismo, que se encontra nessa lista “tem a vontade de que todo o mundo veja” [o projeto]. O festival, que se estende de 16 a 27 de maio, apresenta obras de Walter Salles (On The Road), Leos Carax (Holy Motors), Michael Haneke (Amour) e Wes Anderson, cujo Moonrise Kindgon se abre a uma exposição.
Fonte

Brasil que é bom não tem nada né, pois é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

-Não fale mal de ninguém que já comentou
-Não ofenda as pessoas(atores, cantores, filmes) relacionadas à postagem