domingo, 18 de dezembro de 2011

SWATH na revista "Empire"

Hey Teens!
E acreditem,eu ainda não dormi. lol
Mas,trago para vocês um artigo da revista "Empire" sobre "Snow White and the Huntsman".
Confiram!


“Essa não é uma garota ao lado do poço com pássaros cantando” diz o diretor Rupert Sanders. “Eu, na verdade, queria fazer um filme de guerra”. Está claro que a visão de Sanders da história da Branca de Neve será sombria como a dos Grimm. Enquanto os projetos concorrentes de Branca de Neve de 2012, o filme Mirror Mirror de Tarsem Singh vai para um conto de fadas com cores vibrantes e muitas intrigas, esse mostra sua Branca de Neve (Kristen Stewart) em uma armadura, e promete menos varrer e limpar o pó, e mais guerra e confrontos.



Charlize Theron é a Rainha Má, que consome jovens mulheres para se manter jovem e bonita; a Branca de Neve de Stewart é o grande prêmio que a manterá desse jeito para sempre; Chris “Thor” Hemsworth interpreta o destemido caçador ordenado a caçar Branca de Neve através da grande e assustadora floresta; e Sam Claflin, de On Stranger Tides, é o príncipe (resta ver o quão encantador ele é).


Os oito anões (sim, oito. Disney detém os direitos autorais de sete) são interpretados por uns dos melhores atores britânicos por aí, de Nick Frost e Ian McShane a Ray Winstone e Bob Hoskins.


Você não saberia só de olhar para ele – ou para o orçamento -, mas é a primeira vez de Sanders como diretor. Ele é, no entanto, um dos homens de maior perfil comercial por aí e uma olhada em seus comerciais para Halo, Call of Duty: Black Ops ou Nike sugerem que a ação não o fará nem começar a suar.


Stewart, falando em LA recentemente, parece tão animada quanto seu diretor. “É uma narração real do conto de fadas, um pouco mais próxima das histórias dos Grimm do que as outras versões.” Isso coloca o filme em contraste direto com a abordagem mais infantil de Mirror Mirror; quando esse vai para a visão de Gladiador ou Robin Hood, os esforços de Julia Roberts e Lily Collins vão para um tom mais confuso e ridículo em um mundo claramente artificial.


Cada um pode debater qual dos dois é mais fiel ao original, mas não deve haver muito perigo de confundir os dois – como Stewart reconhece “A coisa maravilhosa de ter uma base tão conhecida é que você pode repensar quem são seus personagens dentro do conto de fadas e ainda permanecer completamente fiel a isso, porque eles são bastante indefinidos. Você tem atributos muito básicos e, nesse caso, nós estamos mostrando, eu acho, coisas inesperadas.”


“Esperam muito de mim nesse filme” acrescenta Stewart, que vem treinando intensamente. “Ser forte não será apenas uma coisa estética. Eu preciso ter resistência. Branca de Neve é alguém que tem uma linhagem de liderança em seu sangue, e ela foi derrotada, junto com seu reino inteiro e seu povo. Eu sei que isso parece muito óbvio, mas essa é uma história que deve ganhar as pessoas que não são obcecadas com vaidade, alguém que tem um coração verdadeiro. É uma história bem simples, mas realmente me emociona.”

Fonte - Via e Tradução 

Um comentário:

-Não fale mal de ninguém que já comentou
-Não ofenda as pessoas(atores, cantores, filmes) relacionadas à postagem